George Andries Roth (1809–1887). Original from the Rijksmuseum. Rawpixel

Alegorias

Estamos ocupando inutilmente a terra?

George Andries Roth (1809–1887). Original from the Rijksmuseum. Rawpixel

Por Wilfried Körber

No texto bíblico encontramos muitas alegorias, também chamadas de parábolas. Alegoria é a exposição de um pensamento sob forma figurada. Se a Palavra de Deus diz que o reino dos céus é como um grão de mostarda, isso quer dizer que apesar de ser uma semente muito pequena, crescida, é maior do que as hortaliças, e se faz árvore, de modo que as aves do céu vem aninhar-se nos seus ramos (Mt 13.31-32).

No texto de hoje quero comentar outra alegoria ou parábola. Observe se há alguma aplicação à sua vida.

“Então Jesus proferiu a seguinte parábola: ‘Certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha e, vindo procurar fruto nela, não achou. Pelo que disse ao viticultor: Há três anos venho procurar fruto nesta figueira e não acho: podes cortá-la; para que está ela ainda ocupando inutilmente a terra? Ele, porém, respondeu: Senhor, deixa-a ainda este ano, até que eu escave ao redor dela e lhe ponha estrume. Se vier a dar fruto, bem está; se não, mandarás cortá-la’” (Lc 13.6-9)

Temos aqui várias lições a aprender: Deus aprecia quando uma planta produz muito fruto (Jo.12.24). A Bíblia considera fruto na nossa vida a qualidade de nossas obras, boas ou más. Mas a parábola, ou alegoria, ensina ainda outra coisa importante: O dono da vinha, que depois de três anos não encontrou fruto na figueira, disse que ela estava ocupando inutilmente a terra. Essa é forte! Será que nós estamos ocupando inutilmente a terra? Se não fosse o viticultor paciente, seriamos cortados e lançados fora. Sabem quem é esse viticultor? É outra alegoria: É Jesus, que cuida com zelo, da vinha do Pai.

É com essa história e muitas outras alegorias que a Bíblia se torna um livro rico e sábio para nos indicar o rumo que leva ao Pai.

Há ainda outra pessoa que entra na composição das parábolas. É o Espirito Santo. É ele o poder que vivifica a Palavra e desperta nossas consciências. Você, leitor, é alguém que quer produzir frutos para o reino de Deus? Então, não seja inútil. Cortado, você só vai servir para o fogo.

  • Wilfried Körber nasceu em Göttingen na Alemanha em 1931 e vive no Brasil desde 1937. Converteu-se aos 16 anos na então Igreja Alemã Batista Zoar, frequentada por sua mãe. Membro fundador da Igreja Batista Filadélfia de São Paulo, envolveu-se com o trabalho de evangelização de crianças e missões, com sua esposa Gisela, de saudosa memória. Há mais de uma década escreve textos para o devocionário Presente Diário. Atualmente vive em Sorocaba, SP. @lampadaparaosmeuspes_.